1. O que é uma monografia?

A tcc, monografias, monografias prontas, dissertação de mestrado e tese de doutorado da palavra é usada com diferentes escopos; Umberto Eco, por exemplo, em Como uma monografia é feita, refere-se a textos de 100 a 400 páginas escritas durante uma carreira por uma ou mais pessoas, sobre um assunto referente aos estudos em que devem ser doutorados. Após a apresentação de todos os exames correspondentes à carreira, o aluno apresenta a tese perante um tribunal como requisito necessário para obter o título de licenciado ou médico.
Nas páginas seguintes, o termo monografia será usado em um sentido amplo, para se referir aos textos da trama argumentativa e função informativa organizada, dados analíticos e críticos sobre um assunto recolhidas a partir de diferentes fontes.
Em nosso ambiente, por exemplo, muitos professores pedem a seus alunos que escrevam uma monografia sobre um tópico específico, enquanto algumas escolas o exigem como o fim de um estágio ou ciclo. Embora as situações sejam diferentes, existem regras, tradições, particularidades que são comuns.
Estes trabalhos menos pretensioso, servem para avaliar a capacidade do autor para trabalhar de forma independente e cientificamente, como a satisfazer as exigências das monografias de doutorado, embora eles são mais curtos e mais simples.

Ao fazer uma monografia, entre outros conhecimentos, você aprende a:

delimitar um problema, descobrir e coletar informações adequadas, classificar materiais, estabelecer contatos com personalidades e instituições, acessar informações e exercitar um espírito crítico, comunicar os resultados por escrito e se expressar oralmente diante de um público.
Uma monografia é considerada científica se atender às seguintes diretrizes:

Trata um objeto de estudo (sujeito) de tal forma que possa ser reconhecido pelos outros;
A investigação diz coisas sobre esse objeto que não foram ditas antes ou abordam de uma perspectiva diferente da que já foi divulgada;
É útil para os outros;
Fornece elementos que permitem confirmar ou refutar as hipóteses que apresenta, de forma que outros possam continuar o trabalho ou colocá-lo em questão.

  1. Tipos de monografias

Os tipos e formas de tcc, monografias, monografias prontas, dissertação de mestrado e tese de doutorado sobre variadas como são as ciências e seus métodos particulares; Por exemplo, um assunto relacionado ao legal diferirá no tratamento de outro próximo à matemática.

Em geral, você pode diferenciar três tipos diferentes:
Monografia de compilação: o aluno, depois de escolher o tópico, analisa e escreve uma apresentação crítica da bibliografia que existe a esse respeito. É importante ter um bom nível de compreensão e “olho crítico” para se referir a diferentes pontos de vista e para expressar sua opinião pessoal após uma revisão completa.
Monografia de pesquisa: um tópico novo ou pouco explorado é abordado e a pesquisa original é realizada; para isso você tem que saber o que já foi dito e trazer algo novo.
Monografia de análise experimental: é comum a utilização desse tipo de monografia em carreiras que envolva uma prática, por exemplo, em Medicina durante o tempo de residência, ou na prática profissional, experiências são analisadas, conclusões são tiradas, comparar com os semelhantes, etc.

  1. Passos para fazer uma monografia

Vamos considerar abaixo as principais etapas para a realização de uma monografia:

Aparência da ideia ou atribuição do tema.
Busca de informações, primeiras leituras exploratórias e consulta com especialistas na área.
Apresentação do objeto em aproximadamente quinze linhas. Este momento é muito importante porque consiste na redação da afirmação e na delimitação do assunto.
Escolha definitiva de tópicos e leituras complementares. Nesta etapa aumenta o comprometimento do autor com o objeto de estudo.
Plano operacional: consiste em definir concretamente as tarefas a serem realizadas, planejar o trabalho, controlar o desenvolvimento, elevar as dificuldades, etc.
Conclusão das tarefas previstas e elaboração do primeiro projeto.
Avaliação intermediária: a partir de uma releitura detalhada, os ajustes necessários podem ser feitos. Além disso, você pode novamente consultar as pessoas certas (muitas vezes há um tutor ou diretor de tese que orienta o trabalho). Se necessário, modifique o planejamento inicial tcc, monografias, monografias prontas, dissertação de mestrado e tese de doutorado.
Plano final de elaboração: para expor o trabalho, os títulos, parágrafos, número de páginas, gráficos, etc. são ajustados.
Abaixo, algumas dessas etapas são desenvolvidas em detalhes.

Escolha do tema
Os assuntos podem ser numerosos e diversos; No caso de ser designado pelo professor, você só terá que refletir sobre como apresentá-los e não se afastar do assunto a ser tratado.
Quando é o aluno que escolhe, é aconselhável ter em conta as regras citadas por Umberto Eco no trabalho acima mencionado:
Que o tópico responde aos interesses do autor.
Que as fontes que recorrem como acessível, ou seja, o alcance físico do aluno, porque você deve pensar no tempo disponível e recursos que estão disponíveis.
Que as fontes são gerenciáveis, isto é, para o alcance cultural e intelectual do aluno,
Que o autor está em posição de dominar a metodologia que ele decidiu usar.

É conveniente perguntar antes da escolha final do assunto:

É possível desenvolvê-lo ao longo do tempo e com a bibliografia disponível?
Não é muito amplo, abrangente, vago ou impreciso?
Existe um livro ou um artigo de leitura essencial?
Por onde começar?
A questão que quero abordar é possível?
Às vezes, após essas reflexões, é necessário descartar o assunto; outras, basta modificá-lo ou mudar a perspectiva de abordá-lo.
Se um assunto muito abrangente, por exemplo, mulheres na literatura, o risco de não ser capaz de tratá-lo com cuidado executar é escolhido; Em vez disso, um tópico específico, a influência de Alfonsina Storni em Argentina literatura início do século XX, restringe o campo e torna o trabalho mais fácil.
No momento da escolha do assunto, você também deve considerar a situação particular do autor-monografia-pesquisador, reconhecer suas limitações, interesses pessoais, disponibilidade de tempo, a capacidade de consultar documentos ou livros, gestão de línguas para acesso a determinados materiais, etc.

  1. A busca por material

Uma vez definido o assunto ou tema do ensaio, é necessário o uso de fontes, ou seja, livros, documentos (estatísticas, entrevistas, gravações, fotografias, etc.), artigos de jornais ou revistas que fazem o trabalho verificável e, Ao mesmo tempo, permita que os leitores aprofundem o tópico tcc, monografias, monografias prontas, dissertação de mestrado e tese de doutorado.
Para escrever o ensaio deve estar ciente do “estado de coisas”, isto significa, por um lado, conhecer o trabalho sobre o assunto, e em segundo lugar, consultar as obras de síntese relacionadas ao contexto temático enquadra a tese. Por exemplo, se o tópico fora investigar a necessidade de assistência psicológica aos jogadores nas divisões inferiores dos clubes de futebol, tem que ir para textos sobre a dinâmica de grupo, psicologia social, liderança, psicologia evolutiva, etc.
Já nos referimos à busca de informações em bibliotecas e na Internet e o uso de arquivos e arquivos neste mesmo livro.

Expandir as referências bibliográficas do material consultado, é aconselhável não cometer os seguintes erros, que tendem a ser muito frequentes:

Coloque apenas a inicial do nome do autor; isto tende a causar confusão, por exemplo, Alvarez, J. pode referenciar> José argentina pintor que utilizado o pseudónimo Fray Mocho (1858-1903), ou Juan Alvarez (1790-1867), político mexicano.
Coloque o local de impressão e não o local de edição; Para evitar isso, você deve recorrer ao verso da capa onde estão os direitos autorais e não ao colofão.
Coloque o local de edição e não o nome do editor. Em Madrid, existem muitos trabalhos publicados, portanto, devemos mencionar o editor responsável.
Plano operacional
Uma vez que o assunto tenha sido definido e uma primeira busca por materiais tenha sido feita, é conveniente organizar um plano de trabalho experimental. Isto será breve e será completado, transformado e refinado na hora.
Você pode indicar a possível divisão em um capítulo e delinear um índice provisório.

Plano de elaboração
Este plano mostra a forma final da monografia, é detalhada; Ele contém todos os títulos e, na medida do possível, o de cada parágrafo. Também prevê o número aproximado de páginas para cada capítulo, (embora possa variar em seguida, que ajuda a saber que amplitude e profundidade será cada tópico).

Primeiro rascunho
Vale a pena lembrar aqui que a escrita é um processo. Ninguém escreve “de uma só vez” ou “de uma vez por todas”. É necessário, então, revisar, corrigir e encontrar a expressão mais apropriada para cada situação tcc, monografias, monografias prontas, dissertação de mestrado e tese de doutorado. Muito tem facilitado essa tarefa usando processadores de texto: alterar um parágrafo do lugar, adicionar ou remover frases, definir o vocabulário usado são tarefas simples. Mas colocar-se no lugar do leitor a quem o texto em questão é abordado já implica um esforço maior. Você tem que imaginar o quanto você conhece o assunto, o que deve ser explicado eo que não, o que referências sobre o contexto em que o tema foi escolhido deve fornecer o que as referências à literatura deve entrar o quanto recorda o capítulo anterior e quanto deve ser reiterado, até que ponto levar da escrita (por exemplo, manter a forma impessoal é acreditado, testado ou incluído através da primeira pessoa do plural: acreditamos, afirmamos, etc.). Estas são todas as decisões que devem ser tomadas por aquele que escreve a monografia sem que nenhum processador possa ajudá-lo. E são essas decisões que contribuirão em grande medida para alcançar a eficácia do texto; por essa razão, eles devem ser levados em conta a partir da primeira versão que é feita do trabalho e a serem ajustados e controlados nas sucessivas reescritas.

Embora você tenha lido muito sobre o assunto e saiba o que dizer, a página em branco geralmente produz alguma paralisia tcc, monografias, monografias prontas, dissertação de mestrado e tese de doutorado. Portanto, é aconselhável começar a escrever, mesmo que de forma desorganizada, a partir do que é apresentado antes de cada título e não buscar imediatamente uma forma definitiva. Rever, reler e corrigir serão as ferramentas indispensáveis ​​nesta etapa da escrita.

Se possível, isso também pode indicar, neste ponto do trabalho, as imagens ou imagens que poderiam ser incluídas posteriormente.
Também é necessário delinear a introdução e a conclusão da monografia, embora em revisões subsequentes devam ser feitas modificações. Desta forma, você terá uma versão completa e uma visão geral do que foi produzido até agora.

Redação final
Sem dúvida, não há possibilidade de dar indicações que garantam o sucesso da escrita. Também nesta tarefa há muita prática, de rascunhos que são descartados, de comentários de leitores, de aprendizado que é feito com a própria escrita.

Orações e parágrafos
Se possível, tente não escrever parágrafos ou frases muito longas. Se as ideias tiverem permissão para fluir no rascunho, este é o momento de delimitá-las, separá-las e evitar a profusão de pronomes e subordinados.
É conveniente reler várias vezes e desde o início a escrita para verificar a sua coesão e manter a unidade temática tcc, monografias, monografias prontas, dissertação de mestrado e tese de doutorado.
Por exemplo, é preferível repetir um assunto, em vez de não saber quem é falado se um pronome for usado. Outras vezes, é necessário reordenar idéias, porque se descobre que algumas se desviam do tópico e devem fazer parte de outro capítulo.

A subdivisão em parágrafos e a inclusão de legendas, em geral, facilitam a compreensão tcc, monografias, monografias prontas, dissertação de mestrado e tese de doutorado.
Ao escolher títulos e subtítulos, deve-se pensar que eles são significativos em relação ao conteúdo do texto e atraentes para o leitor. Um título sugestivo convida à leitura, e é possível imaginar versões mais interessantes do que a mera enunciação do conteúdo disciplinar.
A pontuação é, sem dúvida, uma garantia de compreensão, mas nenhuma regra particular pode ser dada para a redação de uma monografia. A única indicação possível é que as elipses não devem ser usadas (exceto em citações onde um fragmento foi omitido), nem pontos de exclamação. Para os outros casos. Você pode consultar um livro de gramática ou dicionário que inclua as regras gerais.

Nomeações e notas de rodapé
Uma monografia é nutrida por uma grande variedade de materiais escritos que devem ser citados de acordo com os padrões em uso.
Em geral, os textos consultados podem ser parafraseados, isto é, explicados ou expandidos. Também neste caso, a fonte deve ser citada.
Sempre que uma frase de outro autor é transmitida literalmente, a referência bibliográfica correspondente deve ser consignada.
Se o compromisso foi breve, ele pode aparecer em todo o texto entre aspas, se citações, deve destacar-los de alguma forma, por exemplo, usando uma margem esquerda em itálico mais ampla ou por.

Quanto ao uso das anotações, vale lembrar as mais frequentes:

Indique a referência bibliográfica de um compromisso. Embora notamos que há outras maneiras de dar essa indicação no texto, é desejável que aparecem notas de rodapé ou final do capítulo para o leitor a localizar rapidamente os dados de interesse.
Eles adicionam dados sobre bibliografia complementar. Também é conveniente registrá-lo na parte inferior da página.
Eles se referem a outras partes do trabalho. Quando é necessário consultar outro capítulo em outra seção do mesmo capítulo, a indicação é feita por meio de uma nota de rodapé.
Eles expandem uma informação. Para evitar sobrecarregar o texto com explicações ou argumentos secundários, eles são desenvolvidos na parte inferior da página.
Em todos os casos, as notas não será prorrogado, porque caso contrário, textos, como anexos relacionados ao tema, desenvolvido no final de um capítulo constituem apêndices, ou seja tcc, monografias, monografias prontas, dissertação de mestrado e tese de doutorado.

A bibliografia
A bibliografia é composta da referência bibliográfica de livros, artigos, documentos, etc. consultados ao preparar a monografia, foram citados em todo o texto ou não.
Se não for muito extenso, pode ser localizado no final do trabalho. No caso de monografias maiores, a bibliografia correspondente ao final de cada capítulo é geralmente registrada.
Como organizar isso varia de acordo com as necessidades pode ser feito em ordem alfabética, ordenando assim os sobrenomes dos autores, dividi-lo por assunto, determinar quais são as fundamental e agrupamento por ordem alfabética dos autores de cada um; ou, classificá-los por tipos de documentos; livros, artigos, cartas, leis, etc.

Aspectos Gráficos
Quando a tcc, monografias, monografias prontas, dissertação de mestrado e tese de doutorado completa foi reler várias vezes, e sentenças, parágrafos e até capítulos inteiros foram corrigidos; quando tudo parece estar controlado, revista e completada, ainda precisa ajustar o layout das páginas, a reorganização das informações na forma de gráficos, incluindo imagens, desenvolvendo o índice, ou seja, a apresentação geral.
No que diz respeito a títulos e legendas. É necessário destacá-los de alguma forma, embora mantendo os critérios para cada categoria (por exemplo, os títulos são escritos em negrito e sublinhados e as legendas são apenas sublinhadas). Ambos são colocados ao lado da margem.)

O recuo no início de cada parágrafo pode ser de dois ou três espaços.
Também deve ser mantido em mente o que é enfatizado em todo o texto:

Expressões estrangeiras que não são comumente usadas.
Os nomes científicos
Os termos técnicos Os títulos de livros, filmes, diários, poemas, fotos.
As sentenças (não muito longas) que apresentam uma tese ou sua demonstração.

Outra questão a considerar, neste set-up, é a das imagens e gráficos incluídos. Toda vez que um mapa, uma fotografia, etc. aparece será necessário acompanhar a epígrafe correspondente, ou seja, a legenda que indica o que é e de que fonte é de onde vem.
Além disso, será necessário avaliar quais informações podem ser apresentadas na forma de uma tabela, infográfico, rede conceitual, etc. e prossiga para diagramar a página de acordo.

O índice
O índice deve conter todos os títulos e subtítulos da monografia com as mesmas palavras e a indicação da página onde estão. Geralmente está localizado no início ou no final do trabalho, mas é mais conveniente consultar se está no começo.

Relendo o original
O controle dos detalhes finais deve ser exaustivo.
É essencial ler o texto para avaliar a coerência global, a relação entre ideias, repetições, a necessidade de adicionar conectores e todos os aspectos da coesão.
Alguns pontos fracos do texto que devem ser revistos especialmente são:

A relação dos títulos e subtítulos (é notada com uma leitura em execução).
As conexões entre os parágrafos e os capítulos entre si.
A numeração de capítulos e parágrafos deve ser correlativa.
A precisão das notas e referências bibliográficas.
A correção de ortografia e pontuação,
As palavras repetidas.

  1. Apêndice

Elementos técnicos
A coleta de informações
Sem dúvida, qualquer trabalho acadêmico requer integração e produção pessoal, através de resumos, comentários e resumos dos textos fornecidos pelas fontes de informação, para que nosso documento contenha; alguma porção de originalidade.
Para aqueles que começam nessas disciplinas, recomendamos a leitura das informações necessárias primeiro e depois expressá-las com suas próprias palavras. Exemplo:
A idéia da fundação da Casa del Obrero Mundial começou com os líderes espanhóis Juan Francisco Moncaleano e Eloy Armental, em torno dos quais Rosendo Salazar se agrupou; Celestino Gasca, Antonio Díaz Soto e Gama, Lázaro Gutiérrez de Lara, Manuel Sarabia, Rafael Pérez Taylor, etc. O objetivo dos fundadores era criar um corpo orientador para as massas trabalhadoras que começavam a se organizar e lutar pela unificação do movimento operário. Interpretação do texto:
A fim de criar um corpo para guiar as massas trabalhadoras nascentes que lutaram para a unificação da classe trabalhadora, os líderes espanhóis Juan Francisco Moncaleano e outros concebeu a idéia de fundar a Casa del Obrero Mundial
Mais vale lembrar que é conveniente conhecer o significado das palavras que transcrevemos e usamos.

Citações textuais
Não obstante as considerações acima, às vezes é necessário observar certas formalidades para evitar confusão e imprecisões.
Em princípio, toda citação de texto deve fornecer os dados da fonte onde a informação foi extraída, seja mencionada no texto ou em uma nota de rodapé.

Nomeação Mista
Isso é feito quando é necessário adicionar ou colocar diante de uma síntese, comentário ou resumo, as palavras textuais do autor, como complemento ou evidência.

Exemplo:
Em relação ao caso específico da pintura mural desenvolvido durante esses vinte e cinco anos (1950-1975), diz Xavier Moyssén: “O trabalho dos professores dependentes de uma expressão pintura monumental com um sentido político e social, foi mantida com grande atividade num número considerável de murais, executados sob as mais diversas e discutíveis técnicas […] “.

Nomeação textual
Contém apenas fragmentos ou parágrafos completos do texto original, porque é difícil resumir ou sintetizar, ou provar o que é determinado por um autor, ou apoiar ou criticar um comentário. É o que tem mais variáveis. (Evite muito deste tipo de namoro porque, como dito acima, o objetivo de qualquer trabalho acadêmico exige integração e de produção pessoal.) A transcrição deve estar correta e ser indicado no início e no fim.
Quando você quer destacar um parágrafo ou uma palavra, estes são sublinhados e é indicado, no final da nota correspondente, que o sublinhado é nosso:
“[…] Mas o que é significativo é o fato de a pintura, em suas manifestações tradicionais, pintura mural ou de cavalete, continuar sendo a forma mais representativa da arte mexicana […]”
Todas as observações pessoais devem ser agrupadas: []. No trabalho de pesquisa, os parênteses têm a função de incluir comentários ou esclarecimentos nas citações para dar significado a um fragmento. Embora sejam semelhantes, não devemos substituí-los por parênteses:

“[…] ele permaneceu com grande atividade em um número considerável de murais, executados sob as mais diversas e discutidas técnicas durante os [vinte e cinco] anos estudados aqui”.
Se o texto transcrito apresenta um erro ou inconsistência significativa, estes são escrupulosamente respeitados ea sic palavra latina (= assim, desta forma) é colocado entre colchetes para indicar que o erro não é nossa:

“Em relação a arte do grafite [sic] é necessário antecipar que encontrou uma ampla gama de desenvolvimento, tanto na prática do mural e pintura de cavalete do […]”.
Se, apesar do erro ou inconsistência, somos capazes de ilustrar o leitor, neste caso inserimos as abreviaturas i. e. (id est = isto é), e imediatamente após a correção, tudo isso também entre parênteses:
“Em relação a arte do grafite [i. E. pintura] é necessário antecipar que encontrou uma ampla gama de desenvolvimento tanto na prática como na pintura mural na armação […]”
Quando nossa transcrição omite palavras ou parágrafos para esclarecer a idéia que desejamos expressar, o texto acima é indicado com três elipses, entre colchetes, como segue:
“[…] a pintura de cavalete competia com a pintura executada na […] superfície das paredes […] vantajosamente; […]”
Quando a transcrição tiver uma palavra ou frase entre aspas, esta última usará apenas uma citação ou aspas francesas:
“Aparentemente, os artistas mexicanos ‘tocaram’ aceitando conscientemente uma tradição renovada”.
A pontilhada indica a exclusão de um ou mais parágrafos em uma transcrição contínua:
“Artigo 22. A aceitação pode ser retirada se a retirada alcança o proponente antes da aceitação teria se tornado eficaz nesse momento.
“Artigo 24. O contrato é celebrado no momento de ter fornecimento efeito de acordo com as disposições da presente Convenção.” Cada transcrição superior a cinco linhas serão separadas do texto com duas alterações, você excluiu as aspas e ir com margem equivalente ao recuo. Exemplo: As regras de procedimento desde a sua introdução, as expectativas do acordo foram anunciados: Se esses princípios são desenvolvidos, o resultado será a estabilização do mercado mundial fora do mercado interno dos Estados Unidos […] para fazer precedente dinheiro, os grupos terão de adotar uma política uniforme, que em cada país produtor deve ser considerado separadamente, de acordo com as condições nele contidas. No entanto, esses postulados não satisfizeram muitos dos representantes estrangeiros.

Redundância é explicado no texto um tópico e depois repeti-lo em uma cotação, uma vez que devem estar intimamente ligado, mesmo com a pontuação:
No que diz respeito aos monopólios, o artigo 28 da Constituição afirma que: “monopólios artigo 28. Nos Estados Mejicanos Estados são proibidos, práticas monopolistas […]”

O correto é:
No que diz respeito aos monopólios, o artigo 28 da Constituição afirma que “[…] monopólios são proibidas nos Estados Unidos Mexicanos, práticas monopolistas […]”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *